atelier grupo do leão
atelier grupo do leão

Serviço Educativo

Serviço Educativo

O Serviço Educativo do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, assenta a sua prática em dinâmicas pedagógicas de mediação e interpretação entre os públicos e a obra de arte (conteúdo do objeto artístico e das coleções), num repto ao processo de conhecimento, de pensamento reflexivo, de sentido crítico e de aprendizagem estética, estimulando e envolvendo a relação e participação das comunidades com o museu.
Defende-se que perante os conteúdos convocados pela obra de arte (intrínsecos e extrínsecos) a qualidade da experiência cognitiva e emocional pode atingir um valor tão relevante como o acervo observado e analisado. Os sentidos de hábito e de continuidade, vetores considerados dominantes na concretização de programas, projetos e parcerias, de âmbitos quer formativo, pedagógico, lúdico, técnico, expressivo ou acessível, são um processo de aprendizagem ao longo da vida que este Serviço Educativo propõe desde há 20 anos.
A oferta de programações que se apresenta abrange todo o público, crianças, jovens, famílias e adultos, que visitem o museu em contexto individual ou em grupos organizados, escolares, culturais, seniores, acessibilidades ou outros.
As atividades que se propõem - visitas pedagógicas, visitas comentadas, visitas guiadas, oficinas plásticas nas áreas do desenho, da colagem, da fotografia, etc. - no mais alargado campo da criatividade e experimentação artística, destinam-se a segmentos de público diferenciado.
A programação contempla ainda o acolhimento e desenvolvimento individual (ou de grupo) de projetos e parcerias inovadoras, de âmbito formativo, pedagógico, de investigação ou de integração, no domínio dos conteúdos e aprendizagens que a coleção propõe no cruzamento partilhado de outras abordagens e saberes.
Como concretização destes pressupostos a programação é estruturada em função da Exposição Permanente e das Exposições Temporárias.

Visitas guiadas de âmbito pedagógico
Exposição Permanente / Exposição Temporária
Limitadas a 20 pessoas, por marcação prévia 213432148.
Visitas que se destinam a todo o tipo de grupos: professores, alunos de todos os graus de ensino desde o infantário, acessibilidades, associações culturais, grupos profissionais. Obrigatoriamente marcadas prévia e diretamente com o técnico do Serviço Educativo para definir o desenvolvimento da visita e adequar objetivos e metodologias face às expetativas e necessidades de cada grupo.
Grupos culturais, Seniores, Acessibilidades. 4.ª e 6.ª feira. 14.00-17.00 h
Ensino básico e secundário. 3.ª, 4.ª, 5.ª e 6.ª feira. 10.00-13.00 h
Ensino secundário e universitário. 3.ª e 5.ª feira. 14.00-17.00 h

Visitas guiadas. 1º domingo do mês
Exposição Permanente / Exposição Temporária
Visitas guiadas aos primeiros domingos do mês, ao meio-dia, sem marcação prévia. Destinam-se a todo o público individual, heterogéneo, e como objetivo dão a conhecer
sucintamente os conteúdos específicos da exposição e dos artistas representados.

Visitas Comentadas. 2º sábado do mês
Temas, obras e artistas
Visitas comentadas aos segundos sábados do mês, às 16 horas, conforme programação anunciada, sem marcação prévia. Destinam-se a público individual, com interesse em aprofundar temáticas artísticas, movimentos, obras e artistas da coleção, numa abordagem mais detalhada e específica.

Ateliers de desenho. 3º sábado do mês
Atividade programada para jovens e adultos ao terceiro sábado do mês, às 14.30 horas, conforme programação anunciada.
Marcação prévia obrigatória 213432148.
Aprendizagem de várias técnicas de desenho (ponto, linha, mancha, claro-escuro/luzsombra, forma e volume, espaço e textura), explorando formas de representação e aplicação em exercícios relacionados com as obras em exposição.

Ateliers para famílias. 4º domingo do mês
Ateliers que se destinam a crianças entre os 5 e os 12 anos acompanhadas por um familiar, ao quarto domingo do mês, às 11 horas, conforme programação anunciada.
Marcação prévia obrigatória 213432148.
O objetivo destes ateliers, desenvolvidos numa abordagem interpretativa de técnicas experimentais enunciadas na exposição, é de proporcionar às famílias oportunidade e pretexto para incluírem os museus nas suas atividades de fim-de-semana através de uma manhã à volta de questões expressivas.

Oficinas Plásticas de âmbito pedagógico
Atividades programadas para escolas, crianças, jovens, adultos ou famílias, durante a semana ou no verão ao fim da tarde, conforme programação anunciada.
Marcação prévia obrigatória 213432148.
Sobre as coleções apresentadas propõe-se ver, refletir, experimentar e construir criativamente uma técnica ou temática plástica num confronto / aprendizagem com os autores em exposição. Produção final de um objeto plástico.

Projetos continuados
Numa prática de colaboração com algumas escolas da área de vizinhança do museu, (e não só), envolvendo a comunidade escolar de qualquer grau de ensino, desenvolvem-se “projetos continuados”, (de longa duração, dois ou quatro ou mais anos letivos), num trabalho de integração dos conteúdos curriculares com temáticas suscetíveis de exploração e análise no espaço museológico. Estas atividades são programadas e periodicamente avaliadas com os professores, sempre com o objetivo primeiro de integrar um conjunto de metodologias e vivências que promovam o desenvolvimento cognitivo, sensorial, motor e afetivo dos alunos.
A acordar entre parceiros.

Diálogos com os artistas
Esta atividade ao fim da tarde foi pensada para públicos específicos das áreas das artes plásticas e para alunos universitários dos conteúdos filosóficos, estéticos e da história da arte. Promovem o contato direto e informal com o artista, (ou artistas), patente em exposição, (exposição temporária), e propõe uma abordagem ao universo conceptual do autor para uma aproximação, descodificação e problematização ao conceito da obra.
Conforme programação anunciada, sem marcação prévia.

Workshops
Investigadores de áreas como a literatura, as artes plásticas, a cultura visual, a comunicação ou a sociologia, são convidados a orientar workshops e debates temáticos, nos domínios específicos das exposições temporárias, numa perspetiva de reflexão e diversificação de conhecimentos para diferentes abordagens. Para públicos específicos das áreas das artes plásticas e para alunos universitários.
Conforme programação anunciada, sem marcação prévia.

Encontros com professores
O objetivo destes encontros para professores de história, história de arte e humanidades, de dar a conhecer o acervo e apresentar as metodologias e os conteúdos dos ensaios produzidos pelos conservadores sobre cada exposição temporária, reforçando laços com o grupo de público mais exigente e presente no museu.
Conforme programação anunciada.
Marcação prévia obrigatória 213432148.

Projetos de investigação pedagógico - educativos
Referência fértil para estudo e análise pedagógico-didática, o serviço educativo do MNAC – Museu do Chiado é frequentemente procurado para estágios de investigação de licenciatura, mestrado e doutoramento. Apoia e acompanha os domínios da investigação-ação nas metodologias teórico-pedagógico e de práticas no campo da observação/análise.
A acordar entre parceiros.

Materiais pedagógicos e de divulgação
Folhetos informativos, de divulgação e jogos pedagógicos de aprendizagem e descoberta, são materiais muito simples, produzidos especificamente para um grupo, e que se destinam a apoiar, desvendar, provocar e jogar com os objetos em exposição.


Catarina Moura
Coordenadora do Serviço Educativo do MNAC – Museu do Chiado


Ficheiros